Psycho Pass: a sociedade perfeita?

Imagem
Sem dúvida um dos grandes objetivos perseguidos pela humanidade é de uma sociedade ideal,justa,que respeite o cidadão e traga a tão sonhada paz.A Notaimin A,Production I.G. resolvem dar a sua versão de uma sociedade futurista perfeita em Psycho Pass.Mas será que ela é tão perfeita assim?Seria tão simples conseguir algo que parece virtualmente impossível?É o que veremos nesta analise de um dos melhores animes da safra 2012-2013.

Mapeamento cerebral

Imagem

Psycho Pass tem em seu roteiro o renomado Gen Uroboushi,autor dos conceituados Madoka Mágica e Fate Zero.Desta vez não veremos algo tão chocante,impactante,cheio de tragédias e mostrando o lado sombrio do ser humano como nesses trabalhos anteriores.Ao invés disso teremos um pouco de filosofia,sociologia e antropologia em uma obra que debate sobre o ser humano em sociedade,ao invés de focar no lado negro dele.Esta é uma agradável mudança de foco e mostra que um autor precisa ser versátil pra poder oferecer obras interessantes.
A história de Psycho Pass é a seguinte:

“No futuro a sociedade japonesa alcançou a prosperidade, graças a um sistema que rege as leis conhecido como Sybil System.Os humanos agora conseguem mapear o cérebro humano e identificando quem poderia ser um potencial assassino.Esse sistema é o Psycho Pass,que é capaz de medir o nível de intenção assassina dessa pessoa,assim podendo prevenir crimes.Uma divisão especial da polícia a DIC(Departamento de Investigação Criminal),que trabalha nesses casos de assassinato,eliminando ou prendendo esses assassinos assim mantendo a paz e a ordem no país”

A DIC funciona da seguinte forma:existem os inspetores.Sua principal função é auxiliar na investigação e vigiar os chamados Justiceiros,pessoas consideradas criminosos latentes,que só tem um único motivo para estarem entre as pessoas comuns:investigar os criminosos latentes como eles.Usando como arma a Dominator que é capaz de verificar a Psycho Pass do alvo e julgar segundo o Sybil como lidar com o criminoso.Se o Psycho Pass estiver alto ela neutraliza a vítima com o paralisante e ela é mandada a prisão.Mas caso a sua Psycho Pass esteja absurdamente alta,sem chances de recuperação ela elimina a vítima fazendo-a explodir internamente.Através do diagnóstico a arma automaticamente identifica se liga a pessoa que a usa,desde que se tenha a licença da DIC.Os Inspetores podem inclusive ordenar os Justiceiros e caso alguns deles saia da linha eles são autorizados a exterminá-los pois também são assassinos potenciais.
A novata inspetora Tsnomori Akane recebe sua primeira missão neutralizar um homem fugitivo chamado Okura Nobuo que foi pego pelos Scanners e se recusou a fazer tratamento.Ele invadiu um bloco e perigoso e raptou uma prostituta e a fez refém..Akane conhece Kogami Shinya,um Justiceiro alto e sério que se torna seu parceiro e Masaoka Tomomi o mais velho do grup.Ele junto de Kagari e Kunuzuka são liderados pelo Inspetor Ginoza nesta missão.E Akane logo percebe em como o sistema écruel,pois a mulher que está com o assassino acaba presenciando o crime.Aqui uma nota interessante; o Coeficiente criminal é contagioso.Se a pessoa presencia uma atitude criminosa também tem sua matiz suja e se torna potencial criminoso.As pessoas mais novas não resistem ao estresse e sofrem crises e convulsões.E a mulher foi muito afetada,obrigando Shinya a exterminá-la antes que seu Psycho pass começasse a subir tornando irreversível a recuperação.Akane foi contra,pois acreditava que haviam meios de recuperá-la,pois ela era a vítima e atira em Shinya por conta disso.E esse é só o começo da série.

Um reflexo desta sociedade

Imagem

Como toda a sociedade futurista,a de Psycho Pass possui tecnologia de ponta.Você pode criar um avatar da forma que quiser pra governar a casa.Eletrodomésticos são automatizados.As roupas são holográficas e dá pra mudá-las a seu bel prazer.E a vida se tornou automática.Até mesmo é possível regular a quantidade de calorias nas refeições diárias.O Sybil também determina pelas aptidões de uma pessoa qual é o melhor tipo de trabalho adequado aquela pessoa,já decidindo sua carreira “o que precisa ser feito,é feito por pessoas capazes de fazê-lo” segundo as leis do sistema.Criminosos com o Psycho Pass alto e neutralizados pela Dominator são presos e levados a reabilitação onde tem a chance de limpar sua matiz e ser reintegradas a sociedade,as outras que não tem chances de recuperação são isoladas.A elas é oferecido a chance de se tornar Justiceiros colaborando com a polícia e tendo uma certa “liberdade” que outros presos não tem.
Nos primeiros episódios vemos a DIC resolvendo alguns casos comuns,até que a coisa começa a ficar interessante quando o antagonista Makishima Shougo aparece.

Makishima o questionador

Imagem

É bem verdade que eu achei essa história de Psycho Hazard um tanto estranha demais mais Psycho Pass contém muita coisa interessante em seu conteúdo.Quando Makishima Shougo é introduzido na história,é que ela finalmente mostra a que veio.Makishima incentiva algumas pessoas as tornando assassinas.Ele as leva a questionar o sistema.O Sybil lhe dá conforto e segurança,mas por outro lado impõe uma felicidade as pessoas sem lhedar liberdade de escolher como viver.E as pessoas são obrigadas a viver deste jeito,a viver satisfeitas deste jeito.As pessoas são incapazes de realizar seus próprios sonhos,e qualquer pensamento ruim de algo que desagrade(como por exemplo uma menina que possui um padrasto pervertido que praticamente sustenta a família a deixando sem ter como contar a mãe,fazendo seu Psycho Pass se elevar) acaba sendo severamente julgado.Parece a nossa sociedade não é?Vivemos num país que é controlado por poderosos que nos privam de educação de qualidade,acesso a cultura,para ser mais fácil de nos manipular.Aceitamos tudo que nos é imposto pois não temos a capacidade de questionar,de criticar,víramos mera mão-de-obra na mão desses poderosos cujos filhos tem acesso as coisas de qualidade com mais facilidade.Aceitamos a música que as rádios nos empurram,os programas que a TV exibe,e somos presos pelo sistema capitalista onde você só é um indivíduo de valor se tiver como gastar seu dinheiro.No caso do Sybil ele é mais cruel,pois qualquer desvio comportamental pode custar caro,muito caro.No entanto esse sistema tenta beneficiar a população e não apenas os interesses individuais de alguns(como os nossos políticos),mesmo de forma radical.
Todos os crimes ligados a Makishima criticam a sociedade japonesa como um todo,como o caso da estudante que mata e transforma suas vítimas em obras de arte.O papel da mulher,ou seja a da boa esposa,gentil,atenciosa,perfeita e que cuida dos filhos e serve pra procriar e dar continuidade a espécie,esse é um dos meus arcos favoritos,é o primeiro que critica o sistema Sybil e cria o pano de fundo para Shougo.
Uma sociedade que lhe protege mais em troca lhe tira a liberdade de escolha de suas ações.É isso que Makishima é contra,é pra isso que ele pretende expor e derrubar o sistema,usando meios radicais,mesmo que isso mate milhares de pessoas.
De acordo com Makishima o estresse moderado tem seus benefícios,como estimular seu sistema imunológico,ou como os especialistam dizem “dar uma motivação a sua vida”,ou “um motivo para existir”, mas por causa da checagem rotineira de Psycho Pass,as pessoas passaram a se preocupar demais com o estresse a ponto de muitos nem sequer fazerem idéia de como é sentir este estímulo,tornando-os segundo ele,em mortos vivos.Será que os humanos se importaram tanto com si mesmos que regrediram como seres vivos?As pessoas não conversam mais como a vida deveria ser,as expectativas de vida diminuíram e muits pessoas foram de fato prejudicadas pelo sistema rigoroso que é o Sybil.
No caso em que a garota amiga de Akane vira refém do Makishima ele lhe dá uma arma antiga,já que a Dominator não consegue medir o Psycho Pass de Shougo,que nasceu com essa característica rara.Ao invés de fazer o que o sistema exigia como certo,ele queria lhe dar a escolha de atirar nele,caso contrário ela seria morta.Com a incapacidade de Akane de ir contra o sistema,Shougo acaba matando sua amiga.Essa é uma das partes mais fortes da série,pra quem sentiu saudades das tragédias típicas das obras de Uroboushi

A verdadeira face do Sybil (SPOILER ALERT)

Imagem

No clímax da série Makishima tem acesso a um capacete que copia um Psycho Pass saudável.Assim pode se cometer crimes burlando o sistema.Ele contrata pessoas que em posse do capacete causa um caos na cidade para mostrar o que o sistema criou: humanos que pareciam ovelhas.Numa cena chocante um deles espanca uma mulher até a morte.E as pessoas ao redor olhavam aquilo de forma indiferente,não por insensibilidade mas por que não era algo comum a eles.É algo realmente perturbador a que ponto aquela sociedade chegou.
Mas o mais chocante é quando Akane descobre a verdade por trás do Sybil.Ele é composto por vários cérebros humanos,de pensamento idêntico ao de Makishima,aquilo que segundo eles seria uma forma de atingir a perfeição confiando a administração do sistema a aqueles que se desviam dele.para estabelecer um sistema absoluto é necessário primeiro rejeitar valores como bem ou mal.Em um sistema perfeito,a vontade do operador não é questionada,uma vontade universal que transcende a ética.Várias mentes com problemas pessoas que se integraram para operar em harmonia.O mais curioso é que quanto mais prejudicada e peculiar for a mente dos indivíduos que compõem o sistema mais novas idéias e valores são agregados a sua percepção e mais flexível e diversificado se torna o seu pensamento.
O verdadeiro objetivo da DIC não era capturar Makishima para tirá-lo da sociedade,e sim porquê ele era um valioso instrumento capaz de aperfeiçoar ainda mais o sistema,tudo para que as desigualdades e contradições sejam resolvidas.
A mente humana sempre procura a felicidade suprema,e pra isso o sistema fora criado.
Akane foi escolhida para ser os olhos do Sybil por que mesmo odiando e detestando o sistema ela é incapaz de negar a significância desse sistema a sociedade.Ela percebe que a sociedade atual não pode ser mantida sem o Sybil.
E Akane mesmo tentando negar acaba aceitando e toma a sua decisão de parar Makishima e impedir Kougami de matá-lo por suas próprias mãos.
Makishima quer que a humanidade tenha sua própria vontade e motivação,mas nega o valor das pessoas que são guiadas pelo sistema sem questionar.Essa é a diferença entre a linh de pensamento entre ele e Akane,num dos diálogos mais interessantes da série.Desde que as pessoas estejam vivas elas podem buscar sua própria felicidade.No final Makishima é morto por Kougami na cena mas fantástica da série onde ele abre seus braços e se sente livre finalmente,com toda aquela natureza pulsando em seu rosto.
Enquanto isso o Sybil planeja um dia se expor ao público e os convencendo a aceitar por completo o sistema criando aquilo que melhore ainda mais a sociedade em seu ponto de vista,e pra isso pretender usar Akane pra pesquisá-la e encontrar essa maneira(ela vira uma refém praticamente).mas ela tem a esperança que a humanidade que desde os tempos antigos busca a felicidade irá romper com o sistema e que encontrará um novo caminho
2 meses após o fim,Kougami reaparece num quarto com um famoso livro de Makishima, “No Caminho de Swan”,que pelas pistas dadas nessa cena pode se tornar um novo Makishima(mesmo ele negando em sua conversa final com Makishima) e uma nova inspetora muito similar a Akane surge.Seria ela a pessoa que poderia quebrar o sistema?

Muitos acharam inconclusivo,mais pra mim foi o fechamento perfeito dessa série magnífica.

Conclusão

Essa minha análise um pouco superficial onde a maioria de seu conteúdo foi tirado do próprio anime é só a ponta do Iceberg que pode ser debatido sobre a série.Por motivos de preguiça,não pesquisei a fundo sobre as várias obras e autores famosos que são citados na série,pois todos tem sua contribuição para a total compreensão de tudo que é debatido sobre a sociedade humana.Quem quiser pode procurar e pesquisar por si sós os vários autores,creio que será muito interessante.
Psycho Pass consegue ser interessante sem precisar de mortes chocantes,apenas de sua bela filosofia e sociologia.apesar de não parecer ter instigado tanto o público pelo que notei os poucos comentários e reviews sobre a série em blogs,mas sem dúvida está entre meus favoritos.Com um character design fantástico feita por Akira Amano(de Katekyo Hitman Reborn),animação e trilha sonora de primeira e um roteiro maravilhoso,essa pode sim sem exageros uma das melhores animações criadas pelos japoneses.Recomendado e muito.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s