Análise:Evangelion 3.33 You Can [Not] Redo: Você pode [não] entender este filme

Imagem

O novo filme de Evangelion já causa polêmica.Não pude ler as críticas do exterior mas aqui no Brasil quem viu está com um ódio profundo da Gainax.Isso porquê ao invés de um filme que desse algumas respostas e deixasse novas perguntas a serem respondidas no derradeiro último filme,tivemos um longa com uma narrativa confusa e uma abordagem estranha.Então vamos analisar o motivo de tanta polêmica agora

Esse é mesmo Eva 3.33?

Imagem

Muito devem terfeito essa pergunta ao assistir o filme.Quem se lembra do preview de Eva 2.22 sabe que este filme foi algo completamente diferente do que foi colocado antes.Entre as cenas do filme víamos o mundo inteiro,o Eva fincado no chão com a lança do Kaworu,Kaji apontando uma arma pra alguém,o Eva Mark 06 invadindo o dogma da Nerv,Gendou e Fuyutsuki em algum lugar com neve e a Rei com o que parece ser várias versões dela mesma só que crianças.
E nenhuma delas está no filme.Ao invés disso somos introduzidos a uma missão estranha de Asuka e Mari no espaço que libertam Shinji que estava dentro de uma cápsula sabe-se lá porquê.Após uma estrnha tripulação de uma nave misteriosa chamada Wonde analisar e comprovar que era mesmo o rapaz,Shinji descobre que a nave é comandada por Misato e que se passaram 14 anos desde que ele ficou preso dentro do Eva.ISSO MESMO!14 ANOS!Ritsuko,e outros membros da Nerv estão a bordo.Todos tratam Shinji friamente.O rapaz tenta entender o que está acontecendo e quer saber onde Rei está,se ele salvou ela mesmo,só que tudo que lhe dizem é que a Rei não existe mais!Asuka aparece diante dele,e Shinji estranha a garota estar exatamente a mesma,ela só diz que é por causa da maldição do Eva.Shinji quer respostas mas todos não querem nem falar com ele,os membros da tripulação novos não são apresentados exceto a irmãzinha de Toji,Sakura Suzuhara trabalhando na equipe médica da nave.
E essa maluquice toda continua quando põem uma coleira do Shinji que se destruirá caso ele cause um despertar se tentar entrar num Eva,ninguém quer que Shinji pilote,mas também não dizem porquê.Shinji descobre também que a Misato pertence agora a uma organização conhecida como Wille que tem como propósito combater a Nerv e seus Evas além dos Anjos.Por quê?Ninguém diz.
Shinji ouve a voz da Rei que usando o Eva 00 faz um buraco na nave e chama o garoto pra ir com ela,Shinji acha que Misato mentiu pra ele e decide ir com ela.
Shinji é levado a Nerv(ou o que sobrou dela) onde só Gendou,Fuyutsuki ,Kaworu e Rei estão,a Seele está fora de ação.Shinji tenta fazer contato com Rei,mas a garota não é mais a mesma que ele conhece,parece um robô que só obedece ordens e mais nada.
Seu pai não fala nada só providencia alimentos e roupas(curiosamente é o uniforme escolar de Shinji e Toji).Sem confiar em ninguém,a única pessoa que conversa e estende a mão pra ele é justamente Kaworu.Ele o ensina a tocar piano e mostra a Shinji que o mundo se tornou devastado por causa de um semi Terceiro Impacto que Shinji teria causado.Depois de saber sobre a ligação de Rei,sua mãe(cujo sobrenome agora é Ayanami,será que o Hikari vem de Gendou?),e desolado Kaworu oferece a chance dereverter o mundo: com o Eva 13 pilotado por duas pessoas e as lanças de Longinus e Cássius (isso mesmo são DUAS lanças)enterradas no terminal dogma,cravadas em Lilith.Só que Asuka e Mari tentam impedi-los sem dizer o porquê novamente e Kaworu descobriu tardiamente que as lanças causariam o Quarto Impacto e que ele caiu numa armadilha de Gendou que o transformou no 13º anjo.Kaworu se sacrifica pra evitar o pior e o filme termina com um desolado Shinji junto de Rei e Asuka procurando rastros de humanos sobreviventes na terra vermelha

Afinal o que é tudo isso?

Imagem

E é nesse clima maluco que somos lançados sem entender nada.É como se Anno rompesse a quarta parede e nos fizesse assumir a pele de Shinji e nos fizesse ficar tão perdidos neste mundo hostil quanto o protagonista.Mais estranho ainda são as atitudes e comportamentos dos personagens.Todos são frios com Shinji,incluindo Misato,ninguém nem sequer pensa em dar quais quer explicações sobre o que houve com o garoto.
Shinji queria saber da Rei,aquela que o tirou de seu mundo de fuga,fazendo-o decidir o que queria fazer sozinho ao resgatá-la.Vendo que as coisas não estavam boas e sem poder confiar em ninguém ele acaba estendendo a mão a única pessoa que parece se importar com ele: Kaworu.
Asuka parece mais chata que o normal.Ela só chama o Shinji de estúpido e pirralho por causa das atitudes do garoto,como se ele tivesse a obrigação de saber de tudo.Mari que não sabíamos nada e continuamos sem saber mais ainda continua cantarolando e fazendo piadas nos momentos mais críticos.Ela de alguma forma ganhou a confiança de todos.A única coisa que sabemos do enredo é sobre a relação Rei-Yui,sobre o que houve após o terceiro impacto e que foi a Seele a responsável pelo inicio da civilização humana pois viveram desde os tempos imemoriais,e ainda sim sem nenhum outro detalhe.O que teria acontecido nesses 14 anos afinal?o filme não responde isso.
A narrativa é tão lenta e confusa que pareceu até que 1;30 de filme pareceram apenas 20 min e fica a sensação de que aconteceu tudo e nada ao mesmo tempo.
As lutas finais são igualmente confusas,com um Eva 00 que tem a cabeça arrancada e se transforma num outro eva ao se fundir com o 13º anjo como parte do núcleo dele.Quando os Evas puderam fazer algo assim?
Ficou claro pra mim que o roteiro original(aquele do preview do 2.22) foi cortado porquê devem ter percebido que ficaria grande demais pra caber em 4 filmes e aí tiveram de mudar tudo.Não é a primeira vez que isso acontece na série.Tanto que tivemos um final incompleto da série,mostrando somente a idéia principal da série,o mundo interior de Shinji Ikari,tendo de abandonar todo o resto.Só com arevolta dos fãs insatisfeitos é que fez com que a Gainax produzissem um filme como meio de angariar fundos pra criar um filme que desse desfecho a série.Aí você se pergunta: será que mais um filme de apenas 1;30 de duração vai responder todos esses mistérios pendentes
Sobre aspectos técnicos não há do que reclamar.Trilha sonora orquestrada de primeira grandeza e animação e CGI de ponta mas com uma leve queda de qualidade e detalhes no final

Análise mais além

Imagem

Quem leu minha matéria sobre Eva deve ter visto que Anno não gosta do Império de mershadising que Eva se transformou.Então o que faria ele voltar a retomar a série?Simples,ele quer passar uma mensagem.Essa mensagem é para o otaku desajustado que vive de todos os produtos que a série produz,que vibra com artes da Rei vestida de Maid,que compra qualquer produto da série e coleciona seus spin offs caça-níqueis,que vive no seu mundo enclausurado,com medo da realidade.
Durante todo o Rebuild percebemos mensagens subliminares a eles,diálogos e até mesmo na letra da música Beaultiful World de Utada Hikaru.É como se Shinji fosse a representação deste otaku que tem medo da realidade e se fecha no seu mundo.Neste filme a mensagem parece a mesma.Kaworu diz o seguinte pra ele;

“Em vez de buscar mudança,você prefere um mundo de trivialidade e abismo brutal”

Shinji encara agora um mundo hostil diferente do que está acostumado,onde não se pode confiar facilmente.Não dá o que pensar?
Você podeaté pensar “mas este filme não vai gerar ainda mais marketing que antes?”Sim ,mas essa é a regra do capitalismo,tem que se ganhar uma quantia enorme em troca do alto investimento feito e Rebuild não foi barato.Anno sabe disso,mas não tem escolha.Ele parece descontente em ver que no mundo da animação japonesa a exploração eterna de franquias famosas ainda persiste.E quer deixar sua mensagem ao público.Pelo menos isso ainda ficou claro neste filme,sendo este castrado ou não.E Anno está usando seus truques de Diretor ao oferecer uma narrativa não convencional,diferente do que estamos acostumados até mesmo na série Eva.E todo mundo sabe que o anime original era mais  um livro de auto-ajuda psicanalítico do que organizações e conspirações. Se ele vai triunfar ou vai fracassar tanto na mensagem ou no enredo que o público hardcore tanto quer só veremos no derradeiro Eva 4.0

Imagem

Imagem

Anúncios

9 respostas em “Análise:Evangelion 3.33 You Can [Not] Redo: Você pode [não] entender este filme

  1. Oi Franco! Gostaria de pedir perdão a você por comentar somente agora este post, eu já li 5 vezes (realmente curti), mas quando fui tentar digitar aqui na última vez fiquei muito brava porque meu navegador atualizou do nada e perdi todo meu comentário ¬_¬. Por segurança, vou digitar no Word e depois colar aqui, eu hein, enfim, vamos ao que interessa: EVANGELION 3.33! *-*
    Eu gostei bastante do post, eu li bastantes posts sobre EVA 3 inclusive muitos da gringa, mas o seu me chamou bastante atenção, pois trouxe argumentos interessantes com relação à animação e para aqueles que leram a sua matéria de Evangelion, este texto evidenciou uma conexão com o mesmo o tempo todo, o que achei legal.
    Sobre o filme, gostaria de começar comentando das partes menos polêmicas: Trilha sonora e animação. Ambas estavam sensacionais, a trilha sonora do Shiro Sagisu é simplesmente genial, o cara é bom mesmo! A animação foi da mais extrema qualidade possível, aquela “bataille d’espace” com a Asuka e a Mari estava excelente e até mesmo aquela confusa batalha final nas profundidades da Nerv foi mítica. Renderam altos surtos da minha parte principalmente quando EVA-02 estava envolvida.
    Agora sobre o polêmico filme que divide opiniões e seria assim mesmo por tudo que foi mostrado, até que eu gostei bastante. Essa experiência de ficar na pele do Shinji foi estranha, mas ao mesmo tempo interessante, instigante, eu particularmente achei incrível essa arriscada tática do Anno de nos fazer se sentir como o personagem, este convite de realmente entrar no universo de Evangelion, de você questionar o protagonista e a si mesmo. Você reagiria como o Shinji? Como saber? Só passando pela mesma situação e tenho certeza que todo mundo conseguiu se ver nela porque ninguém entendeu nada por completo! As pessoas que você tinha afeto não são mais as mesmas, o mundo todo mudou por sua culpa, e aí você fica desesperado e fica do lado da única pessoa que te estendeu a mão. Aaaaah, socorro! Este desespero foi temivelmente dominante o filme todo porque só jogaram informação na nossa cara e não explicaram nada sendo este um verdadeiro prelúdio para o quarto filme, uma verdadeira ponte entre 2.0 e 4.0, mas se esta conexão foi satisfatória só dará para saber vendo o final deste Rebuild.
    Sobre os acontecimentos mais estranhos, como o pessoal da Willie, principalmente a Misato, eu tenho uma ideia do que pode ter gerado toda aquela frieza. Pelo que sabemos foi o Shinji que causou o Terceiro Impacto, ou seja, ele foi o grande causador da desgraça mundial, o mundo está naquele estado caótico por causa dele. As pessoas deixaram sua diversão de lado por 14 anos, deixaram de se alimentar direito em boas condições por 14 anos, deixaram de viver por 14 anos, agora era uma questão de sobreviver em condições desumanas e tudo por causa de um pirralho, como diria a Asuka. Vejo como uma atitude normal por parte do ser humano se revoltar desta forma e colocar sempre a culpa em alguém, nunca em si mesmo, então vamos colocar a culpa no baka Shinji, olha que legal. E sobre a Misato, possivelmente o Kaji deve ter morrido no meio desta brincadeira, o que deve ter feito com que ela sofresse bastante a deixando ainda mais amargurada com a vida que tem, e sua reação foi se recolher no seu mundo interior, se fechar para todos culminando nesta personagem fria que o Rebuild mostrou. Ainda há afeto nela e vemos isso na cena que ela não mata o Shinji quando teve a oportunidade, porque ela sabe que a culpa não foi bem dele, mas aceita-lo numa boa deve ser difícil porque ele “fez” a vida dela um inferno por 14 anos, e ninguém receberia de braços abertos uma pessoa assim. Só que como nada foi revelado, resta-nos ficar com teorias e aguardando ansiosamente o próximo filme para saber se foi isso mesmo.
    De qualquer forma, concordo quando você diz que modificaram o filme porque ele ficaria grande demais. Ou talvez eles encaixem aquelas cenas no 4.0 de algum jeito só pra deixar na cara que nos trollaram, não sei ao certo. Só sei que o Anno é inteligente demais e ele deve ter tudo muito bem arquitetado em sua mente, considero o filme um sucesso, porque todo mundo está comentando sobre Eva, todo mundo está tentando entender Eva de novo, como já aconteceu uma vez. Enfim, eu curti o terceiro filme também por isto, ele não veio pra esclarecer nada, ele veio pra sugerir intrigas, discussões, mistérios e reflexões, o que não agradou a todos porque como disse o Fuyutsuki no filme “Destruir o mundo é muito fácil, entretanto, reconstruí-lo não é tão simples”. Reconstruir uma obra mítica dá trabalho, oh se dá!

    • Oi Nany é bom ter você por aqui de novo!
      Pois é o filme de Eva realmente causou rebuliço.Eu mesmo não tinha gostado muito,mas depois de ver discussões sobre o filme fui tentando entender e assimilar aos poucos.Achei que até seria impossível escrever um review dele,mas até que tudo fluiu bem.
      Algumas pessoas como a Beta Blood do site Elfen lied conseguiram assimilar até melhor que eu a idéia principal do filme gostei muito do review dela.
      Com Anno tudo é imprevisível.Cheguei até a imaginar que Anno jogou aquele preview diferente de propósito só pra camuflar o que ele realmente queria fazer.Por quê esse filme é genial demais,tem uma narrativa inovadora e imprevisível,acho que se tudo fosse igual a série clássica não teria graça.E olha só as principais diferenças desses filmes todos:

      No 1.11 tínhamos quase a mesma série de sempre.Era um ambiente que estávamos acostumados,havia poucas coisas diferentes nas cenas era tudo normal até.No 2.22 tudo mudou radicalmente.Havia novos personagens,novas cenas,os personagens tinham características diferentes da série clássica e tudo surpreendeu e mudou,ainda que mantivesse o estilo de Eva.E 3.33 mudou ainda mais radicalmente com essa narrativa em primeira pessoa.
      Eu só temo que essa ousadia não prejudique o Rebuild pois agora temos muito mais perguntas com pouco tempo pra responder tudo,a menos que o filme tenha umas 2 horas ou for um documentário vai ser estranho.aí vai realmente se comprovar que o roteiro teria ficado grande demais pra caber nesses 4 filmes

      • Oi de novo, Franco ^^
        Eu li a review da Roberta, e nossa, admiro-a muito blogueira, talvez eu arriscaria dizer que o Elfen Lied Brasil é um dos blogs brasileiros sobre animê de maior qualidade em atividade, o texto estava sensacional, de fato. Dos textos de EVa que li, gostei muito do dela, o seu e um que li quando saiu camrip do Blog do Hater. ^^

        O rebuild veio pra inovar e atrair novos espectadores, por isso a narrativa mudou um pouquinho também, mas nunca deixou de ser Eva, porque esta série é genial de qualquer jeito. E acho que poderiam fazer um filme de 2h30min para Eva, sei que é muito tempo, mas acho que este seria suficiente para explicar tudo. E dinheiro os caras têm, é uma das franquias de animação mais ricas do Japão, então isso não é desculpa HAHAHAHAHHAHAHA

  2. Opa 🙂 Cheguei para trazer Rage ao Rebuild !

    Brincadeiras a parte, achei o 3.33 um filme com uma ótima Animação/Trilha Sonora, tocou até a nona de Bethoven !

    Realmente concordo com a parte que diz:
    ” o anime original era mais um livro de auto-ajuda psicanalítico do que organizações e conspirações”, mas sei lá, para mim, isso que era Evangelion, tirando isso vira um ótimo anime de Gundam/Mecha qualquer(Não venham falar de Cyborgues haha, eu sei esse detalhe).

    Nada foi explicado sobre os 14 anos, uma conversa de 15 minutos com o Shinji talvez resolvesse o problema todo de outro quase terceiro impacto…

    Maldição do Eva? A Asuka não envelheceu por isso, ok, mas nada sabemos sobre isso, ou sobre seu misteriosos olho azul…

    Enfim, não será possivel abordar isso e tudo mais que foi deixado para trás no 1.11 e 2.22 como por exemplo “Quem é a Mari?Seu passado?”. na verdade nem o passado da Asuka foi abordado ainda…

    Sinceramente como eles mesmos dizem no preview, virou puro fanservice, apesar da critica aos Otakus excluidos e tal, este anime é puro fanservice para outro tipo de Otaku(os mais modernosos que vão nos eventos de anime hoje em dia), mais garotas, mesmo com timeskip o personagem não envelheceu, novos mechas e tal…

    Enfim, para mim o Rebuild é um ótimo anime de Mechas, mas não pode nem sequer ser chamado de Evangelion. Talvez possa parecer muita Rage, mas acho que isto está mais para um fanatismo, onde na minha opnião a obra atual “ofende” a série.

    • Pois é não se pode agradar todo mundo.Eu também não tinha gostado de cara mas quando analisei ele de forma narrativa,achei interessante e inovador,seria meio chato repetirem o que tinham feito antes.Agora Anno vai ter que estender o tempo do 4º filme caso contrário vai ter que encarar muita rage igual na primeira série.2:30 no mínimo

      • Acho que o Rebuild agrada muito os fãs novos no geral…quanto inovar, acho legal, mas se ele queria inovar poderia fazer outro anime 🙂

  3. “A narrativa é tão lenta e confusa que pareceu até que 1;30 de filme pareceram apenas 20 min e fica a sensação de que aconteceu tudo e nada ao mesmo tempo.”
    Essa frase conseguiu resumir 90% do meu descontentamento quanto ao filme xD
    Tem mais, achei que eles repetiram muitas cenas. Asuka entrando em modo Berserk? Orquestra enquanto acontece uma cena de ação fodona? Quase acontece um “Impacto”? Isso tudo já foi mostrado no segundo filme, eles não precisam repetir. Pra mim, que esperou assiduamente por anos esse terceiro filme, achei que foi um filme dispensável pra franquia (ou não né, vamos ver com esse 4° filme).

  4. Achei muito ruim o filme.
    Foi uma salada mista de coisas, uma loucura. Quantidade de “informação” não é o mesmo que qualidade de informação. Foi um monte de coisa cuspida na tela. Uma alteração extremamente agressiva do enredo, tornando muito difícil a aceitação dessas mudanças.
    Evangelion nunca foi sobre robôs gigantes lutando. Isso sempre foi um plano de fundo.
    O que conquistou os fans foi a profundidade do anime, com temas complexos e inovadores como o Projeto de Instrumentalidade Humana. Elaborar os robôs e as cenas de ação nunca foi o interesse principal dos que gostam do anime.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s