Além do Shonem Mangá: Bleach e a subjetividade

Imagem

Quando conheci Bleach em 2006 ainda pelo anime, imaginava que ele era um shonem mangá mais profundo que o normal, mas o encarava como um shonem convencional com uma roupagem mais moderna. Mesmo assim a profundidade dos personagens e suas motivações iam algo além do que um batle shonem normalmente oferecem.Ao conhecer o mangá me deparei com duas coisas interessantes: os pomas do autor Kubo Tite e seus psicodélicos e curiosos títulos os capítulos que ambos dizem muito do que acontece em cada capítulo sem nem ao menos percebemos. Continuar lendo

Análise profunda: Death Note,um mangá que vai além do bem e do mal

Death Note: além do bem e do mal
Imagem

A famosa obra de Tsugumi Oba e Takeshi Obata conquistou muitos leitores. Tanto que é praticamente impossível encontrar os volumes da JBC completos,seja em sebos,livrarias especializadas ou até mesmo em eventos.Os motivos são muitos,mas especialmente por seu enredo envolvente e uma trama madura.O mais surpreendente de Death note é que ele foi publicado pela famosa Shonem Jump,lar dos famosos Batle Shonem como Naruto,Dragon Ball. Continuar lendo

As polêmicas adaptações de mangás em animes.O que é preciso pra ser uma boa adaptação?

Todo mundo conhece o riscado. Se algum mangá obtiver sucesso grande ele logo é adaptado para anime. Como todos sabem animes adaptando mangás, salvo raras exceções são puramente comerciais,ou seja para se obter lucro com a marca.Por isso surgem logo aquelas preocupações se a adaptação faria juz ao mangá no qual é baseado.Principalmente quando o anime alcança seu mangá e logo a produtora do anime se vê obrigada a criar os episódios originais não existentes no mangá que os ficaram conhecido popularmente como fillers.Geralmente existem reclamações quanto a esse método pois muitas vezes geram histórias muito inferiores que as que o autor cria em seu mangá,inclusive gerando algumas incoerências no enredo.Mas por que os fillers existem?O que uma adaptação precisa para ser realmente considerada boa. É o que quero mostrar.

Continuar lendo

10 anos de The King of Fighters 2002

Imagem

Este ano KOF 2002 completa 10 anos.São 10 anos dominando os arcades entre as demais versãoes da série.Desde o seu lançamento só perdeu a posição pra sua versão remake nos arcades japoneses.nos demais países ela aindafoi soberana (só KOF XIII ganhou notoriedade hoje,principalmente com o declÍnio dos arcades a ascensão da internet e a avidez do povo por jogar algo novo da série)Mas mesmo com KOF XIII a maioria dos melhores jogadores de KOF preferem a 2002 considerada a mais equilibrada de todas as versãoes.Então vamos acompanhar a trajetoriadeste gamede sucesso.

Continuar lendo

Jogos de luta que mudaram… pra pior

Todos os bons players de fighting games já se depararam com versões de seus jogos de luta favoritos com fórmulas que não deram certo. Na tentativa de inovar,as empresas muitas vezes inserem sistemas que nada tem a ver coma série,estragando até mesmo o gameplay.E não estou falando de bugs ou desequilíbrio entre os personagens, falo somente de sistemas de jogo.Conheça algumas destas séries:

Continuar lendo

Bakuman: o mangá/anime da vida (quase) real

Imagem

Bakuman é fruto de mais uma parceria bem sucedida de Tsugumi Oba e Takeshi Obata e também publicada na Shonem Jump. A publicação semanal parece ter enfim percebido que obras que fogem um pouco da linha comercial da editora dá certo,prova do sucesso de Death Note e HunterxHunter,inclusive parece que a revista dedica espaço pra esse tipo de publicação como provou Enigma outra obra que foge dessa linha(mas não tão bem sucedida infelizmente)

Continuar lendo

A guerra sem sentido dos fandoms

“Tá vendo? One Piece é o melhor mangá!ele foi de novo o mais vendido!”
“Berserk é melhor pois é mais adulto”! “Bleach tá uma droga!”

Essas falas acima são de comuns de alguns dos fandoms de animes.Um Fandom é um grupo de fãs de determinada série.Apesar de o Fandom ser uma coisa legal sempre tem o outro lado da coisa.Alguns grupos levam seu fanatismo a sério demais levando ao que seria considerada claro como uma guerra de Fandoms,ou seja de gente que defende com unhas e dentes seu mangá/anime favorito e critica ferrenhamente o outro lado.Na maior parte das vezes usando bases sem fundamento algum,esquecendo como funciona o mercado de mangás.

Continuar lendo