Games: Inovar ou não inovar?eis a questão

Imagem

Você que joga videogame e freqüenta círculos de discussão,até mesmo em fóruns deve ter ouvido a mesma coisa.Pessoas que odiaram um jogo porque ficou muito diferente das versões anteriores.O fato é que seus produtores resolveram inovar o game em questão e tais mudanças descontentaram o jogador.E é aí que entra em questão:porque isso?

A resposta é muito simples: temos medo do novo.

Vejamos um exemplo prático.Pegamos a série Final Fantasy.Cada edição trata-se de inovar seu conteúido especialmente após FFVII.Então é normal reclamarem do sistema de jogo de FFVIII ou a falta do (nem sempre necessário na minha opnião) World Map de FFX ou do sistema de batalhas de FFXII.O caso mais grave aconteceu com FFXIII que trouxe elementos novos de storylineem que os protagonistas da série são inimigos da humanidade além de possuir pouco tempo a perder pra descobrir uma maneira de reverter o seu estao de L’Cie antes que seja tarde demais e seu Focus venha,por isso não temos recursos como a exploração da cidades ou conversas com NPCs num game que é mais linear que o normal, sem coisas como minigames ou busca por itens no mundo,somente lutas opcionais com monstros e customização de armas e acessórios.Há quem prefira o sistema de batalhas por turnos do que o sistema pseudo-tempo real.A quantidade de gente aqui no Brasil reclamando sobre o jogo é grande,principalmente, como sempre comparando com FFVII segundo muitos o melhor da série.
A mesma coisa aconteceu com Resident Evil,após 4 episódios(contando com Code Veronica)onde o jogo sofria pouquisimas alterações,Shinji Mikami,o criador da série foi chamado de volta para cuidar de RE4 com o intuito de renovar o game e ele batalhou pra isso tanto que o jogo sofreu uma série de alterações antes de tomar a forma que conhecemos.RE4 foi uma verdadeira revolução,dinamizando os controles,dando maior ação e interação com ambiente e objetos mas sem perder o foco de terror a essência básica da série.

Imagem
Há aqueles que queriam que RE continuasse do mesmo estilo dos antigos e existem outros que preferem mais o estilo de RE4.
Tales of sempre foi uma série que se prendeu as suas raízes.É normal ouvir as pesoas dizerem que a série é sempre igual,nunca inova.Se mudar radicalmente não correria o risco de perder alguns fãs?
Inovação é algo necessário pra industria,e ela que estabelece novos conceitos,que evolui.Caso contrário acho que ainda jogariamos RPGs por turnos,com mecânicas antigas sem ao menos termos novidades no sistema.Claro,alguns jogos se mantêm no estilão clássico muito bem,como por exemplo Dragon Quest VIII que tem uma execução tão perfeita que mesmo s elementos antigos ainda garantem uma experiência agradável.Só que a industria precisa de algo inovador.Em mangas Shonem por exemplo é preciso aparecer títulos como Death Note,HunterxHunter e Bakuman pra inovar e principalmente diversificar o gênero e evitar mesmices comuns nele.Com jogos é a mesma coisa.É normal você se deparar com por exemplo jogos de segunda guerra aparecerem aos montes sem qualquer mudança significativa.Com Call of Duty 4 teve uma tentativa de inovar o gênero com as guerras modernas,um pouco mais de estratégia e ação frenética,isso fez o game vender igual água,e aí surgiram clones,e versões que passam por Modern Warfare e Black Ops que se repetem infinitamente nessa atual geração de videogames.
É normal séries consagradas em nome de vendas repetindo as mesmas fórmulas de sucesso começarem a decair conforme o marasmo de jogos como a série Need for Speed com sua série Underground em que todo ano tinha games que pouco mudavam seuconteúdo até chegar ao ostracismo e mudara desenvolvedora para a criterion para trazer luz a série.
Com Tomb Raider foi a mesma coisa 5 versões sem nenhuma diferença,quando tentaram reiventaram o jogo a série já não tinha tanta evidência.Uma nova tentativa está sendo feita para PS3 e 360.Resta saber se será bem aceita e bem sucedida.

Imagem
Por isso que eu acho importante temos novas experiências de gameplay .Games fantásticos chegaram através dessa evolução como Kingdom Hearts para os Action-RPG,Mario 64 para os games de Plataforma,Prince of Persia(PS2/Cube e Xbox) para Adventure etc.
Claro não se pode arranhar a essência da série como RE5 que mais pareceu um game de ação do que de terror pegando muitos elementos de RE ou FFXII que trouxe enredo e personagens sem a mesma força e carisma e emoção dos anteriores.se preservarem isso então as inovações serão muito bem vindas.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s