Rurouni Kenshin:ficção,realidade nesta obra-prima dos shonem mangás

Rurouni Kenshin: um Samurai em busca de redenção

Imagem
Aproveitando que a JBC anunciou que futuramente irá lançar uma edição especial do mangá nos mesmos moldes de Sakura Card Captors(o que me levou a tentação de vender minhas edições antigas ou até mesmo colecionar de novo ^^) resolvi prestar minha homenagem a um dos melhores mangás que a Jump já produziu em toda a sua existência

Crônicas de um espadachim na era Meiji

Imagem

Antes de Rurouni kenshin despontar em 1994, Nobuhiro Watsuki havia feito vários one-shots: A lua crescente da guerra civil,Rurouni Kenshin:crônicas de um espadachim na era meiji e Kenshin o andarilho na era meiji.O primeiro era um romance fictício de algum período da era Sengoku os outros dois eram pilotos da série,um trazendo Kenshin,Kaoru ,Yahiko e Megumi(aqui eles são irmãos) e o outro que até poderia ser encaixado na cronologia da série,mostra Kenshin encontrando a jovem Chizuru,que s encontra cm ele da mesma forma que a Kaoru no ato 1 do mangá(e a personalidade dela é bem semelhante também).a idéia era fazer uma série de 5 semanas mas deu tanto resultado que ele acabou se entendendo por pouco mais de 7 anos.
Watsuki escolheu um período pouco divulgado em mangás: a era meiji em que os samurais e os senhores feudais perderam espaço devido a ocidentalização e a modernização do Japão. A história que permeou essa era foi por volta de 1864 quando 4 navios negros comandados por Perry chegaram ao Japão exigindo a abertura dos portos.Isso fez o país se dividir em dois:o Xogunato que defende o xogum Tokugawa e quer imediatamente os estrangeiros longe do poder enquanto os monarquistas levam glória ao imperador meiji e acreditam que a abertura do Portos iria trazer uma nova era.O período ficou conhecido como Bakumatsu onde batalhas sangrentas eram travadas cada qual com suas próprias razões tentando trazer uma era melhor ao País.Não havia um lado certo ou errado cada lado lutava de acordo com suas próprias convicções.
É aí que ingressando as fileiras dos monarquistas o jovem Kenshin Himura aos 14 anos mostrava suas grandes habilidades com espada se tornando um Hitokiri(assassino) cujo objetivo era eliminar pessoas importantes do Xogunato nas sombras. Tamanha habilidade com o estilo Híten Mitsurugi Ryuu lhe valeu o apelido de Batoussai(mestre na arte de sacar com espada sendo que batou são técnicas de rápido saque da espada),próximo ao período do final do xogunato Kenshin foi chamado a ingressar nas fileiras de combate do exército imperial nas batalhas de Toba e Fushimi e de lá que seu nome se tornou uma lenda atraindo diversos inimigos nos anos seguintes.
A história de Rurouni Kenshin começa em 1878 do ano da era Meiji em Shimatachi, Tókyo, onde o caso de um falso batoussai que anda assassinando pessoas em nome da escola Kamiya Kashin, manchando a reputação da escola anda perturbando a população. Kenshin que após o final do Xogunato se tornou um andarilho(o Rurouni do título) encontra a filha do mestre do estilo kaoru kamiya e resolve ajudá-la. Mesmo ao descobrir que ele que era o verdadeiro Batoussai, Kaoru não se importou e ofereceu a sua casa para o jovem Kenshin morar com ela já que ele não tinha um lugar para ficar. Kenshin aceita e passa a viver no lugar estranhamente executando tarefas domésticas. Mais tarde encontra yahiko um menino de 10 anos que fazia parte da Yakuza e que pertenceu a uma família de ex-samurais que quer se tornar forte. Kenshin lhe tira dessa situação miserável e resolve fazê-lo se tornar aluno de Kaoru que já não tinha mais discípulos por conta do nome manchado da academia. Depois é a vez de Sanosuke Sagara ex membro do exército Sekihoutai que servia ao imperador mas acabaram sendo acusados injustamente de traição por um golpe dos próprios monarquistas.Ele enfrenta Kenhin mas ao perceber que ele era diferente dos outros monarquistas resolve se tornar amigo dele.

Realidade, ficção e um jeito diferente de se conduzir um shonem mangá

Imagem

Um dos grandes méritos de Rurouni kenshin é o fato de ele ser diferente da maioria dos mangás da Shonem Jump. Todo mundo(ou quase)sabe que a revista usa três diretrizes básicas(amizade, perseverança e vitória) onde seus autores são obrigados a trabalhar seus títulos que tornaram a publicação popular. De certa forma os mangás não fogem muito desta linha. A maioria é um shonem de pancadaria geralmente com um protagonista sem muita habilidade, mas com muita disposição determinação pra vencer que enfrentam ameaças grandiosas e batalhas repletas de poderes absurdos que usam e abusam dos clichês mais comuns do gênero. Então é mito normal você olhar pra um título e achar muito parecido com o outro. Kenshin felizmente é uma exceção regra e subverte as regras da Jump embora ainda mantenha muitos elementos dela.
Usando de realismo fantástico e ficção Watsuki conduz Kenshin de forma inovadora. Ao se focar em um período turbulento da história do Japão inserindo muitos fatos e personagens que existiram na época, kenshin possui uma linguagem mais séria e adulta que o normal, tanto que ele poderia ser publicado em uma revista seinem como a Bessatsu Magazine ou Jump Square, Ultra jump tranquilamente.
Pra começar não temos vilões querendo destruir o mundo com um herói com sua força de vontade para impedi-lo. Não temos superpoderes apesar dos reflexos e técnicas estarem muito além do normal. Ao invés disso temos um Kenshin que normalmente e um cara pacato, mas, quando luta mostra uma incrível e sobrehuma habilidade com a espada fazendo seu nome ser temido por quem ouvir. Geralmente os adversários de kenshin são pessoas buscando pendências com ele, seja pela fama alcançada pela alcunha de retalhador, seja por alguma relação do passado. O antagonista da primeira grande saga, Makoto Shishio apesar de ser meio louco queria conquistar o Japão e torná-lo um país forte por exemplo. Os únicos vilões sem um propósito maior foram da saga final a Jinchuu-hen.
Os diálogos são simplesmente incríveis repletos de filosofia, sempre mostrando os ideais das peças que compõem essa maravilhosa obra. Personagens históricos como Hajime Saitou, Souzou Sagara e fatos que aconteceram realmente como o assassinato de Toshimi Okubo que ocorre na história dando um brilho extra a esse mangá
Personagens que lutam pelos seus ideais e por uma nova era

Imagem
Os personagens também são fantásticos. Kenshin é o tipo de protagonista incomum que você gosta logo no começo, ele proibiu a si mesmo de matar as pessoas, por conta do peso e culpa pela via das pessoas que ele ceifou. Como uma forma de encontrar uma forma de expiar seus crimes ele resolveu ajudar as pessoas ao seu redor com uma Sakabatou(espada de fio invertido) como um andarilho que vaga por aí sem rumo. Kenshin não possui vaidades e se mostra extremamente humilde se referindo a si mesmo como “este servo” geralmente de forma muito educada. Ele está sempre sorrindo e mostrando um ar tranqüilo, sempre tem uma frase de efeito em cada situação mostrando a pessoa uma lição de vida
“A espada para vida é uma mentira. Técnicas de espada são feitas para matar pessoas, essa é a realidade. Apenas quem nunca matou acredita nessa mentira. No entanto mais do que uma verdade amarga como essa esse servo prefere a doce mentira da senhorita Kaoru”

“Nós monarquistas deveríamos lutar não por cargos e posições, mas, sim em ajudar aqueles que estão sofrendo lhe devolver o sorriso nesta nova era”

A coisa muda em combate. Kenshin mostra porque foi considerado um retalhador com um olhar assustador e uma força que faz tremer o mais feroz dos oponentes. No entanto Kenshin precisa constantemente lutar contra o retalhador dentro de si e não quebrar seu voto de não matar. Kenshin é o tipo de pessoa que não abandona seus ideais mesmo nas situações mais adversas.
Kaoru é uma menina forte, decidida, ela comanda o estilo Kamiya Kashin no lugar de seu pai que morreu muito cedo. Kaoru mostra muita preocupação para com Kenshin, é uma mestra severa com Yahiko(os dois tem discussões hilárias), mas, infelizmente é péssima na cozinha. Ainda bem que kenshin sabe cozinhar!
Yahiko é bem precoce pra sua idade. No inicio não aceitava a idéia de ser aluno da kaoru até a garota mostrar força em uma situação extrema. Apesar de viver discutindo com ela ele parece estar mesmo disposto a ficar mais forte, principalmente no que se refere a proteger Tsubame garota por qual ele é apaixonado(mas não admite e jeito nenhum). Mas tarde Yahiko ganha um detaque e importância maior, grandes coisas são reservada pra ele na última saga do mangá
Sanosuke não tinha nome foi adotado pelo grupo Sekihoutai no qual ganhou o sobrenome Sagara em admiração ao líder e ídolo Souzou Sagara que virou um bode expiatório do governo e foi executado com sua cabeça sendo exibida a público e seu nome manchado. Desde então passou a odiar os monarquistas e se tornou um lutador de aluguel até conhecer kenshin que era diferente dos outros se tornando assim seu melhor amigo. Sano é fiel a seus amigos e está sempre disposto a ajudá-los. Tem a mania de “filar bóia” no restaurante da Tae e na casa da Kaoru.
Os antagonistas são brilhantes.Cada um tem um motivo e uma história por trás de seus atos,é impossível não ficar tocado com as histórias de Soujirou Seta e Anji,entre outros membros da Juppongatana.Shishio é um dos antagonistas mais sensacionais já criados ele é como se poderia dizer “positivamente louco” e o mais interessante é que ele só pode lutar por 15 minutos já que seu corpo foi queimado e não possui glândulas para dissipar o calor e mesmo assim ele é poderoso,ardiloso e astuto,sempre acompanhado da bela Yumi Komagata.

Conclusão

Imagem

Rurouni Kenshin é praticamente obrigatório,tem uma excelente história, é profundo,é poético.Se o mangá receber o mesmo tratamento de Sakura(contando com a mesma tradução original,papel e páginas coloridas) então vale mais do que a pena.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s